Variedades

Acaiá

Porte alto, frutos vermelhos e de maturação mais uniforme, de média para precoce; sementes maiores, com peneira média em torno de 18, suscetível à ferrugem.

As linhagens do cultivar Acaiá têm boa capacidade de adaptação às diversas regiões cafeeiras do Brasil e são indicadas para o plantio adensado, pois apresentam ramos laterais curtos e maturação uniforme, ideal para a colheita mecânica.

A cultivar Acaiá foi selecionada a partir de plantas da cultivar Mundo Novo, as quais apresentavam sementes de maior tamanho e boa capacidade produtiva. O termo Acaiá, no dialeto guarani, significa “frutos de sementes grandes”.

Catuaí vermelho e Catuaí amarelo

Porte baixo, internódios curtos, ramificação secundária abundante, frutos vermelhos ou amarelos de maturação média a tardia, sementes de tamanho médio, peneira média em torno de 16, suscetível à ferrugem. Indicado para plantios adensados, superadensados ou em renque.

As linhagens dos cultivares Catuaí vermelho e Catuaí amarelo têm ampla capacidade de adaptação, apresentando produtividade elevada na maioria das nossas regiões cafeeiras ou mesmo em outros países.

De baixa estatura, permitem maior densidade de plantio, tornam mais fácil a colheita e mais eficientes os tratamentos fitossanitários. Esses cultivares já produzem abundantemente logo nos dois primeiros anos de colheita. Por isso, necessitam de cuidadoso programa de adubação.

Bourbon Amarelo

Os grãos da variedade Bourbon estão colocados entre os melhores do mundo para a produção de cafés especiais. Isso porque dão origem a bebidas suaves, de baixa acidez e corpo médio, com acentuada doçura e notas achocolatadas, que chegam a lembrar cereais torrados e avelãs. Por isso, esse café oferece excelentes harmonizações com chocolates.

Análises sensoriais conduzidas em ambientes controlados mostram que o Bourbon Amarelo apresenta maior concentração de compostos que conferem doçura e menor quantidade de ácido oxálico, o que configura uma bebida mais suave.

WhatsApp chat